Janot nas mãos de Renan

Após ter sido acuado com o pedido de sua prisão, feito por Rodrigo Janot, o presidente do senado, Renan Calheiros, tem agora a possibilidade de ir a forra e tirar de cena quem ousou se contrapor à sua força.


Encontra-se nas mãos de Renan, um pedido de Impeachment do Procurador Geral da República proposto por duas advogadas ligadas ao movimento pró afastamento de Dilma Rousseff.

O cerne da ação consiste na alegação de que Janot deu tratamento diferenciado a políticos que consideram estar envolvidos em ‘situações análogas’ na Lava Jato, do PT e do PMDB. Ou seja, não teve a mesma rigidez com políticos envolvidos em situação semelhantes a de Renan, Sarney e Jucá

Renan, altivo e cara de pau, disse ‘que vai avaliar’ o pedido.

‘Eu já arquivei cinco pedidos de impeachment do procurador-geral da República, esse eu vou avaliar’, disse Renan.

Caso seja dado encaminhamento, o impeachment de Janot corre o risco de ser aceito, pois existe atualmente no Senado uma situação bastante desfavorável em relação ao procurador, orquestrada justamente por Renan, Sarney e Jucá.

De qualquer forma, uma incoerência injustificável, o chefe do Ministério Público nas mãos de um presidente do Senado envolvido em tantas coisas erradas.

da Redação

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Comentários

Mais em Política