Mourão ironiza passaporte sanitário: “Vai ter falsificação do passaporte, venda no camelô”

Ler na área do assinante
“Cada um terá de andar com um cartãozinho na carteira dizendo que foi vacinado. O cara na entrada do restaurante vai me cobrar isso? E no parque? Isso aqui é Brasil, pelo amor de Deus! Vai ter falsificação do passaporte, venda no camelô. Você vai à Central do Brasil, aí no Rio, e vai comprar o passaporte para você”.

Esta declaração foi dada pelo vice-presidente Hamilton Mourão, nesta quinta-feira (17) em entrevista ao podcast da jornalista Malu Gaspar, do Grupo Globo.

O debate sobre a criação do passaporte sanitário, uma espécie de passe livre “e obrigatório” para que pessoas vacinadas contra o coronavírus tenham direito a entrar em parques, comércios e espaços públicos em geral, tem gerado muita polêmica, e o presidente Jair Bolsonaro promete vetar qualquer lei que acene com essa possibilidade.

E você leitor, o que acha?

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Fonte: O Globo

da Redação
Ler comentários e comentar