Crime cinematográfico mata traficante conhecido como ‘Rei da Fronteira’

O traficante Jorge Rafaat Toumani foi executado em grande emboscada na terça-feira (15), na região central de Pedro Juan Caballero, na fronteira o Brasil.


Jorge Rafaat caiu numa emboscada, preparada por veículos equipados com armamentos militares.

Carro transformado num tanque de guerra
Carro transformado num tanque de guerra


Houve intenso tiroteio entre seguranças do traficante e os autores da emboscada. Cerca de 70 pistoleiros participaram do tiroteio.

Diversas pessoas morreram no tiroteio e outras ficaram feridas.

A polícia paraguaia prendeu sete pessoas suspeitas de envolvimento no crime.
Jorge Rafaat, sem chaces
Jorge Rafaat, sem chaces


Segundo testemunhas, o tiroteio durou cerca de 25 minutos.

Pelo menos 350 capsulas de projéteis foram recolhidas pela polícia.

As armas utilizadas chamam atenção por serem exclusivas de exércitos. Uma metralhadora .50 foi adaptada num dos veículos - uma Hylux SW4 - que se transformou numa espécie de tanque de guerra.

A fronteira do Brasil com o Paraguai foi fechada pelo Exército brasileiro.

Jorge Rafaat era conhecido na região de fronteira como um dos chefes do narcotráfico. No Brasil ele foi condenado pelo juiz federal Odilon de Oliveira.  As suas penas somadas dão 47 anos, por formação de quadrilha, tráfico internacional de drogas e lavagem de dinheiro.

da Redação

da Redação

Comentários

Mais em Polícia