Sem querer, Randolfe deixa escapar o que a CPI "esconde", é desmascarado e tenta "despistar" (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

O senador Randolfe Rodrigues foi pego no flagra, na tarde desta sexta-feira (25), durante o depoimento do deputado federal Luis Miranda e de seu irmão, o funcionário do ministério da Saúde, Luis Ricardo Miranda, à CPI da Pandemia.

Em determinado momento, um parlamentar da base governista cobrava o presidente do colegiado Omar Aziz, por ter a palavra cortada pelos colegas, quando tentava questionar os depoentes. Aziz dizia que não era assim, quando foi interrompido por Randolfe Rodrigues:

“Mas para apoiar as informações dos depoentes é para isso que estamos aqui”, disse o senador.

O suposto ato falho foi imediatamente cobrado pelos parlamentares da base, que cobravam que todos estariam ali para ouvir e esclarecer os fatos. Renan Calheiros, tentou amenizar e acabou piorando a situação:

“o senador quis dizer apoiar o aprofundamento dos nossos trabalhos”,

disse Renan, sendo imediatamente ironizado.

Este é o nível da “CPI do relatório pronto”, que tem se recusado a investigar vários casos graves com denúncias de corrupção no âmbito da pandemia, mas resolve, em cima da hora, dar voz a quem acusa o governo federal de corrupção, ainda que sem apresentar provas, pagamentos, entregas ou sequer o negócio fechado.

Randolfe Rodrigues é o perfeito retrato da hipocrisia desta absurda CPI que envergonha, ainda mais, o parlamento brasileiro.

Veja o vídeo:

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você!

Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar