Acusado de corrupção, humilhado e desmentido, Omar Aziz vive “dia de cão” em CPI (veja o vídeo)

Ler na área do assinante
“Todos os governadores investigados pela CPI mereciam ser indiciados, o certo era para ser indiciado inclusive o ex-governador Omar Aziz. Foram pagos um bilhão e meio de reais em processos indenizatórios, um problema que vem desde 2011”

Com esta fala, o depoente da CPI da pandemia desta terça-feira (29), deputado Fausto Vieira Jr. deixou o senador Omar Aziz totalmente desconcertado e colocou fogo no colegiado.

Vieira Jr. explicou que os processos indenizatórios são uma forma de prática de corrupção com base em cobranças de gastos que não podem ser comprovados pelo poder público, utilizada de má-fé por alguns gestores.

Na tela, surgem os dados de valores bilionários de processos indenizatórios no estado do Amazonas entre 2011 e 2020, com mais de 4 bilhões e meio de reais acumulados, sendo 1,5 bilhões só na saúde e quase meio bilhão ainda na gestão do atual governador Wilson Lima.

Omar Aziz, que governou entre 2010 e 2014, acumulou, segundo a planilha, mais de 1,3 bilhão de reais em processos indenizatórios durante sua gestão. O senador amazonense argumentou que não teria que ser indiciado pois não era o ordenador de despesas, tirando o corpo fora, mas acabou, mais uma vez, pego na mentira, desta vez por Marcos Rogério:

“Vossa excelência disse que não foi o ordenador de despesa, mas a mesma lógica que sustenta aqui na CPI não vale para o presente da República. Querem atribuir a ele a responsabilidade sobre tudo o que acontece nas minúcias do ministério da Saúde”.

Parece que o presidente da CPI se arrependeu amargamente de ter aberto a sessão da CPI no dia de hoje, um verdadeiro ‘dia de cão’ para ele que já deve estar repensando se valeu a pena apostar na criação do colegiado

Veja o vídeo:

O Jornal da Cidade Online é hoje uma voz em defesa da nossa pátria.

Por isso somos atacados por grupos anônimos e pela grande mídia perversa que quer o monopólio da informação e da opinião.

Estamos sobrevivendo, mas precisamos da ajuda de nosso leitor.

Faça a sua assinatura e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar