Guedes destrói narrativa de quem torce contra o país: "O Brasil já se levantou"

Ler na área do assinante

Na última segunda-feira (29), Paulo Guedes, ministro da Economia, falou sobre o aumento da arrecadação registrado pela Receita Federal.

Segundo ele, o resultado apresentado no mês de maio, que totalizou R$ 142,1 bilhões em arrecadação de impostos e contribuições federais, demonstra que a economia do país ‘voltou a ficar de pé’.

“A economia continua surpreendendo favoravelmente. É inequívoco que o Brasil já se levantou e a economia está caminhando com velocidade bem acima da esperada na virada do ano”, apontou Guedes.

Ao comentar o aumento da arrecadação em comparação ao ano de 2020, o ministro aproveitou para demonstrar, de forma inequívoca, a recuperação da economia, para desespero daqueles que torcem contra o país:

“É um recorde histórico esse crescimento de quase 70% em relação ao mesmo mês de maio do ano anterior. No acumulado de janeiro a maio, [a arrecadação] chegou a R$ 744 bilhões. É um acréscimo real de 21% sobre o mesmo período do ano passado”, acrescentou.

Guedes salientou, ainda, que a Reforma Tributária servirá para impedir que impostos ‘sufoquem o empresariado brasileiro’:

“Nesse segundo capítulo da reforma tributária, que já enviamos, mandamos sinal muito claro: nosso governo quer reduzir em termos reais a arrecadação sobre as empresas.
Se a arrecadação vier acima do que esperávamos, temos de transformar isso em simplificação e redução de outros impostos. Anunciamos redução de 2,5% no Imposto de Renda de Pessoa Jurídica, mas queremos passar isso para 5% nos próximos anos. Estamos recalibrando nossos cálculos para ver se isso já é possível”, finalizou.

O Jornal da Cidade Online é hoje uma voz em defesa da nossa pátria.

Por isso somos atacados por grupos anônimos e pela grande mídia perversa que quer o monopólio da informação e da opinião.

Estamos sobrevivendo, mas precisamos da ajuda de nosso leitor.

Faça a sua assinatura e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar