URGENTE: PF indicia Renan por corrupção e lavagem de dinheiro ligada a Odebrecht

Ler na área do assinante

A Polícia Federal indiciou o senador Renan Calheiros (MDB-AL) pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro sob acusação do recebimento de R$ 1 milhão da Odebrecht.

Renan teria recebido esse valor em troca do apoio a um projeto do interesse da empreiteira no Senado. Na época, o hoje relator da CPI da Covid era presidente do Senado Federal.

Com fortes indícios do crime, a PF encaminhou o caso ao STF.

Renan Calheiros usou, inclusive, esse fato para tentar desqualificar o indiciamento.

"A Polícia Federal não tem competência para indiciar senador. Apenas o STF. Essa investigação está aberta desde março de 2017 e como não encontraram prova alguma, pediram prorrogação", disse o senador.

O fato só confirma o que o povo já sabe...

O relator da CPI "circense", que dia após dia tenta desqualificar o presidente Jair Bolsonaro, tem inúmeros envolvimentos em atos inconfessáveis. Não poderia estar solto. É um risco para a sociedade.

Cômico, se não fosse trágico.

O Jornal da Cidade Online é hoje uma voz em defesa da nossa pátria.

Por isso somos atacados por grupos anônimos e pela grande mídia perversa que quer o monopólio da informação e da opinião.

Estamos sobrevivendo, mas precisamos da ajuda de nosso leitor.

Faça a sua assinatura e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Fontes: O Globo e R7

da Redação
Ler comentários e comentar