Augusto Nunes perde a paciência e solta o verbo contra Suplicy: "Só anda com bandido, ladrão, quadrilheiro, mensaleiro, e não sai do PT (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Durante o programa Os Pingos Nos Is, do canal Jovem Pan, da última sexta-feira (02), Augusto Nunes comentou a publicação feita pelo petista Eduardo Suplicy em suas redes sociais, comentando sobre a morte do criminoso Lázaro Barbosa, ocorrida em Goiás, no dia 28 de junho.

Lázaro, acusado de ter matado uma família de quatro pessoas, além de outros sete crimes, foi morto após ficar foragido por 20 dias.

Suplicy publicou um texto onde lamentava as circunstâncias que teriam levado o criminoso a praticar tais atos.

"A morte de Lázaro Barbosa, atingido por 38 balas das 125 que foram desferidas pela polícia de Goiás, na cidade de Águas Lindas de Goiás, ganhou enorme destaque na imprensa e nos meios de comunicação.
No entanto, percebi que faltou algo ao noticiário que considero importante e deveria ter sido também investigado: quais foram as circunstâncias que, desde o seu nascimento, há 32 anos, em Barra dos Mendes (Bahia) que o levaram ao caminho do crime?
Se houvesse algum tipo de alternativa, ele teria podido ter outros meios que não os do enriquecimento ilícito através de ações violentas?
Tenho a convicção de que, se já estivesse implantada no Brasil a Lei 10.835/2004, que institui a Renda Básica de Cidadania, Universal e Incondicional, suficiente para atender as necessidades básicas de todas as pessoas, muito provavelmente Lázaro Barbosa não teria optado pelo caminho do crime”, escreveu o petista.

Para Augusto Nunes, sempre certeiro, a tese apresentada por Suplicy é completamente sem fundamento, já que o político, descendente de duas famílias ricas, não poderia se encaixar:

“A tese de Suplicy ofende milhões de brasileiros pobres. Esse aí come filé desde o berçário e, no entanto, só anda com bandido. Uma das coisas que mais me incomodam, me dão asco, é a virgem do bordel.
O Eduardo Suplicy é a maior delas. Ele é inocente. Só anda com bandido, ladrão, quadrilheiro, mensaleiro, e não sai do PT”, apontou Nunes.

O jornalista aproveitou para defender a população pobre do país que, mesmo enfrentando dificuldades, se mantém longe da vida criminosa:

“Essa é uma tese cretina e é uma das ofensas mais graves que se pode fazer aos milhões de brasileiros que levantam às quatro da manhã, pegam esse transporte público infectado e vão trabalhar, apesar das restrições, voltam para casa em condições difíceis e se mantêm honestos. Quer dizer, essa tese é cretina e, agora, para vender renda básica, ou uma bobagem dessas… Para com política, Suplicy”, disparou ele, visivelmente incomodado com a declaração do político.

Assista ao vídeo na íntegra:

O Jornal da Cidade Online é hoje uma voz em defesa da nossa pátria.

Por isso somos atacados por grupos anônimos e pela grande mídia perversa que quer o monopólio da informação e da opinião.

Estamos sobrevivendo, mas precisamos da ajuda de nosso leitor.

Faça a sua assinatura e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar