Deputada comunista acusa Mário Frias de trabalhar “armado” e é surpreendida por resposta de ministro (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

A esquerdalha não se cansa de procurar algum tipo de narrativa para criticar o governo.

Na presença do ministro do turismo, Gilson Machado, a deputada Jandira Feghali tentou colocar o secretário especial de cultura, Mário Frias, e o secretário de fomento e incentivo à cultura, André Porciuncula, numa espécie de ‘saia justa’, alegando que ambos confrontavam os artistas. Para tanto usou uma foto em que os dois apareciam armados, ao lado do deputado Eduardo Bolsonaro. O detalhe é que a tal foto é do trio – Mario, André e Eduardo – treinando tiro num quartel.

O ministro, no entanto, foi curto e grosso, tranquilo e sensato.

Indagado pela deputada, respondeu:

“É uma prerrogativa de qualquer cidadão andar armado, desde que tenha o porte federal”.

E o ministro foi mais longe ainda, esclarecendo que ele próprio também anda armado.

“Eu dispenso segurança pessoal. Eu tenho o porte federal de arma”. E encerrou o assunto.

Veja o vídeo:

O Jornal da Cidade Online é hoje uma voz em defesa da nossa pátria.

Por isso somos atacados por grupos anônimos e pela grande mídia perversa que quer o monopólio da informação e da opinião.

Estamos sobrevivendo, mas precisamos da ajuda de nosso leitor.

Faca a sua assinatura e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar