Desorientado, Maia publica devaneios na rede e é chamado para o mundo real por Filipe Barros

Ler na área do assinante

O deputado federal Rodrigo Maia, ex-presidente da Câmara e agora candidato a “capacho de ex-presidiário petista”, fez mais uma de seus comentários “sem pé nem cabeça” na internet, e acabou levando uma “chacoalhada” do deputado Filipe Barros (PSL-PR).

O “Botafogo” das planilhas da Odebrecht publicou uma pesquisa online realizada pela plataforma Quaest sobre o voto impresso auditável (em debate no Congresso Nacional), no qual a opção “não estou acompanhando a discussão” tinha 61% dos votos.

Em função disso, o deputado, que agora vive no ostracismo, fez mais uma de suas análises furadas e tuitou:

O voto impresso é um tema apenas no mundo Bolsonarista. Não podemos aceitar a tentativa de enfraquecer a nossa democracia desqualificando a segurança da urna eletrônica.

As resposta de Barros foi desmoralizante e trouxe a realidade de volta:

Você foi relator da Lei 13.165/2015 e incluiu em seu relatório o voto impresso que, inclusive, foi aprovado quase por unanimidade no plenário. Você fazia parte do “mundo bolsonarista” em 2015?

De fato, Rodrigo Maia é mais um entre os energúmenos parlamentares que sofrem de avançada perda de memória. E não bastasse isso, vê-se que até mesmo em interpretação de pesquisas, não tem a capacidade, pois o simples fato das pessoas “não terem opinião por não acompanharem o debate”, não significa absolutamente que sejam bolsonaristas ou anti-bolsonaristas.

Mas na visão distorcida da esquerda, ou dos seus “novos burros adestrados de estimação”, obviamente que a distorção dos fatos para o “quanto pior, melhor”, é a regra.

Que triste fim, este do Nhonho. Um ser que se desmoraliza pelas próprias palavras.

O Jornal da Cidade Online é hoje uma voz em defesa da nossa pátria.

Por isso somos atacados por grupos anônimos e pela grande mídia perversa que quer o monopólio da informação e da opinião.

Estamos sobrevivendo, mas precisamos da ajuda de nosso leitor.

Faça a sua assinatura e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar