Renan "surta" depois que Marcos Rogério cita respiradores "surrupiados" em Alagoas (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Durante sessão da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, que ouviu o ex-diretor do Ministério da Saúde, Roberto Dias, o senador Marcos Rogério fez um questionamento que tirou do sério o presidente da CPI, Omar Aziz.

Ao criticar a maneira como a Mesa, formada por Aziz, Randolfe e Renan Calheiros, vem conduzindo os depoimentos, Marcos Rogério apontou a tendenciosidade em formar uma narrativa contrária ao governo federal, independente dos fatos apresentados:

“A mesma CPI que há poucos dias criticava o que chamava de retardo nas tratativas de compras de vacinas agora questiona e pré-julga o fato de uma agenda rápida. No caso da carta da Pfizer, aqui condenaram quem recebeu e não deu importância. Agora, condenam quem recebeu uma notícia e agiu dentro das regras”, apontou ele, e prosseguiu:
“O problema das narrativas é justamente este: elas não param de pé. É acusar por acusar, não importa a verdade. É isso que o Brasil está assistindo aqui hoje”.

Após essa declaração, Marcos Rogério fez um questionamento sobre os desvios de dinheiro público no estado do Alagoas.

“O estado de Alagoas e outros pediram respiradores a vossa senhoria para colocar no lugar dos que foram ‘surrupiados’ pelas mãos da corrupção? Quantos foram entregues?”, perguntou ele, ao ex-diretor do Ministério da Saúde Roberto Dias.

Após o depoente afirmar que quase 19 mil respiradores foram entregues, tanto Aziz quanto Renan Calheiros "surtaram" e tentaram interromper a fala de Marcos Rogério, o que acabou em bate-boca:

“Nos estados do Nordeste, não cabe investigar. Blindagem! Blindagem a quem comete crime! Jogo político de perseguição!”, disparou Marcos Rogério.

Confira:

O Jornal da Cidade Online é hoje uma voz em defesa da nossa pátria.

Por isso somos atacados por grupos anônimos e pela grande mídia perversa que quer o monopólio da informação e da opinião.

Estamos sobrevivendo, mas precisamos da ajuda de nosso leitor.

Faça a sua assinatura e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar