Calheiros diz que ministério da Defesa foi aparelhado e volta a atacar Forças Armadas

Ler na área do assinante

Em mais uma fala com claro desrespeito às instituições, o relator da CPI da pandemia, senador Renan Calheiros voltou a atacar as Forças Armadas.

Calheiros afirmou que o ministério da Defesa foi indevidamente utilizado pelo governo Bolsonaro como um local de aparelhamento por militares, e afirmou que a nomeação do General Braga Netto para o órgão teria sido um enorme retrocesso e iria contra a democracia.

Walter Braga Netto, tem sido atacado não apenas por Calheiros, mas também por Omar Aziz, desde a semana passada, quando enviou uma nota oficial assinada por ele e por chefes das Forças Armadas com críticas às declarações do presidente da CPI, que teria colocado em xeque a idoneidade e a honestidade da instituição, chegando a acusar alguns de seus membros de corrupção, mesmo sem apresentar provas.

O senador Marcos Rogério repercutiu a fala que pode ser considerada grave, em seu Twitter.

"Mais uma vez, a CPI da Pandemia se volta contras as Forças Armadas. Agora, vimos o relator, Renan Calheiros, fazendo uma grave acusação! É cada vez mais nítido que temos um relator parcial, que ataca e julga sem provas".

Veja o vídeo:

O Jornal da Cidade Online é hoje uma voz em defesa da nossa pátria.

Por isso somos atacados por grupos anônimos e pela grande mídia perversa que quer o monopólio da informação e da opinião.

Estamos sobrevivendo, mas precisamos da ajuda de nosso leitor.

Faça a sua assinatura e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar