Em atitude traiçoeira, Simone Tebet tenta pressionar diretora da Precisa, mas acaba enquadrada

Ler na área do assinante

A senadora Simone Tebet (MDB-MS) tentou enquadrar Emanuela Medrades, a diretora da Precisa Medicamentos, empresa que representa a vacina indiana Covaxin no Brasil.

Em depoimento à CPI, nesta quarta-feira, Medrades havia dito por diversas vezes que o que foi apresentado sobre o suposto esquema de superfaturamento na compra do antídoto, apontado pelos irmãos Luiz Miranda, deputado federal, e Luis Ricardo, servidor do ministério da Saúde, não era verdadeiro ou apresentava materialidade.

Irritada, a senadora que tem se notabilizado por ataques frequentes e descabidos ao governo, pressionou de forma apelativa, dizendo que Emanuela teria idade para ser sua filha e chegou a afirmar que ela seria incriminada.

Marcos Rogério, o senador que tem atuado para desconstruir a narrativa absurda dos opositores no colegiado, se irritou e enquadrou Tebet, cobrando que os membros da CPI aprovem que seja feita uma acareação entre todos os envolvidos, o que comprovaria a não existência de qualquer crime.

Tebet, que já vem sendo chamada de “Renan Calheiros de saias”, tem agido de forma traiçoeira, utilizando narrativas e métodos de pressão psicológica para convencer depoentes a falar o que ela quer ouvir, e não a verdade.

Veja o vídeo:

O Jornal da Cidade Online é hoje uma voz em defesa da nossa pátria.

Por isso somos atacados por grupos anônimos e pela grande mídia perversa que quer o monopólio da informação e da opinião.

Estamos sobrevivendo, mas precisamos da ajuda de nosso leitor.

Faça a sua assinatura e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar