Bolsonaro faz promessa ao povo: "Brasil não será uma nova Cuba"

Ler na área do assinante

Antes de ser hospitalizado, o presidente Jair Bolsonaro usou suas redes sociais para tranquilizar seus seguidores.

Bolsonaro, que já havia criticado as reações do regime cubano às manifestações contra a crise econômica no país, garantiu que o Brasil ‘não será uma nova Cuba’.

Bolsonaro também criticou a prisão de um opositor ligado a Juan Guaidó, autoproclamado presidente venezuelano, divulgada naquele dia. Segundo as notícias divulgadas, o regime da Venzuela decretou a prisão de Freddy Guevara, acusando-o de terrorismo.

“No momento em que a ditadura comunista cubana ataca duramente o seu povo que pede o fim do regime que o mantém na miséria, no atraso e até hoje sufoca sua liberdade, o ditador Maduro promove ataque armado ao PR Juan Guaidó. Que Deus proteja nossos irmãos cubanos e venezuelanos!”, disse Bolsonaro.

Nos últimos dias, multidões têm ido às ruas em Cuba, em manifestações contra a ditadura instalada no país.

Segundo informações, o ditador Miguel Díaz-Canel chamou os manifestantes de ‘mercenários’ e bloqueou diversas redes sociais e aplicativos no país, como WhatsApp, Instagram, Facebook e Telegram.

O Jornal da Cidade Online é hoje uma voz em defesa da nossa pátria.

Por isso somos atacados por grupos anônimos e pela grande mídia perversa que quer o monopólio da informação e da opinião.

Estamos sobrevivendo, mas precisamos da ajuda de nosso leitor.

Faça a sua assinatura e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar