Equipe médica decide que cirurgia de emergência em Bolsonaro está descartada

Ler na área do assinante

A equipe médica que acompanha o presidente da República desde que ele quase perdeu a vida, na campanha eleitoral de 2018, quando levou uma facada do ex-militante do PSOL Adélio Bispo de Oliveira, decidiu que não há necessidade de uma cirurgia emergencial, conforme foi cogitado ontem.

O presidente Jair Bolsonaro ficará internado sob “tratamento clínico conservador”.

Eis o boletim emitido pelo hospital Nova Star, em São Paulo:

"O Senhor Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, foi transferido na noite desta quarta-feira para o Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, após passar por uma avaliação no Hospital das Forças Armadas, em Brasília, e ser diagnosticado com um quadro de suboclusão intestinal. Após avaliações clínica, laboratoriais e de imagem realizadas, o Presidente permanecerá internado inicialmente em tratamento clínico conservador".

Bolsonaro chegou a São Paulo às 18h54 desta quarta-feira (14), num avião da Força Aérea Brasileira (FAB), no Aeroporto de Congonhas, e foi de ambulância para o hospital.

O Jornal da Cidade Online é hoje uma voz em defesa da nossa pátria.

Por isso somos atacados por grupos anônimos e pela grande mídia perversa que quer o monopólio da informação e da opinião.

Estamos sobrevivendo, mas precisamos da ajuda de nosso leitor.

Faca a sua assinatura e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar