Com apenas uma pergunta, Marcos Rogério destrói a narrativa fraudulenta de Renan, Aziz e Randolfe (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Durante depoimento da diretora da Precisa Medicamentos, Emanuela Medrades, na última quarta-feira (14), o senador Marcos Rogério se irritou ao ver a depoente ser interrompida por uma representante da oposição.

Emanuela prestava depoimento para esclarecer alegações sobre um contrato do governo federal com a empresa da qual é diretora, responsável por intermediar a compra da vacina indiana Covaxin, da Bharat Biotech.

Durante a sessão Marcos Rogério questionou a depoente sobre supostos valores recebidos em função do contrato de compra da vacina:

“Quanto a empresa Precisa ou a Bharat recebeu deste governo, o governo Bolsonaro, neste contrato?”, perguntou o senador.
“Nada”, respondeu Emanuela, prontamente.

Marcos Rogério insistiu no ponto em questão:

“Não, espera aí. A oposição disse, aqui, que este é o maior esquema de corrupção do Governo Bolsonaro. Vou lhe fazer a pergunta de novo... Quanto o governo, o Ministério da Saúde, pagou neste contrato da Covaxin, o Governo Bolsonaro?”, repetiu ele.
“Nada”, confirmou a diretora da Precisa Medicamentos.

Ao ver a depoente ser interrompida por uma representante da oposição, o senador acabou se irritando e desabafou:

“A oposição começou a falar porque ela se incomoda quando a narrativa começa a cair por terra. Veja... A oposição, essa que fala, que faz acusação sem provas, ela não encontra provas, aí fabrica. Interessante! Nem um centavo de real pago neste contrato.
Nenhum desembolso feito, zero de prejuízo. Mas, aqui na CPI da Pandemia, é um grande crime. Mas, a mesma CPI, sabendo dos milhões de reais desviados do Consórcio Nordeste, com provas, com materialidade, com servidores, com agentes públicos, que deveriam estar presos, mas estão desfilando, usufruindo as benesses dos milhões desviados, não, aí não é crime.
Aí não é corrupção. Corrupção é só o que acontece no governo Bolsonaro, mesmo não tendo um centavo de real pago no contrato”, disparou ele.

Confira:

O Jornal da Cidade Online é hoje uma voz em defesa da nossa pátria.

Por isso somos atacados por grupos anônimos e pela grande mídia perversa que quer o monopólio da informação e da opinião.

Estamos sobrevivendo, mas precisamos da ajuda de nosso leitor.

Faça a sua assinatura e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar