Relator da PEC do voto auditável entrevista hacker que invadiu sistema do TSE em 2020: “É fácil invadir de novo” (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

O relator da PEC 135/19 do voto eletrônico impresso auditável, deputado federal Filipe Barros, cumpriu a promessa e publicou um vídeo em que entrevista o hacker Marcos Roberto Correia da Silva, preso em Uberlândia-MG, após ter invadido o sistema do Tribunal Superior Tribunal Eleitoral, durante as apurações do votos das eleições municipais, em 2020.

A conversa foi realizada com o objetivo de mostrar o modus operandi de Marcos Rogério e de outros hackers que roubam dados de diversos órgãos e empresas e colocam em risco também o sistema eleitoral.

O hacker relata uma série de falhas que são facilmente exploradas, desmente afirmações das próprias autoridades eleitorais sobre a invulnerabilidade das urnas e diz que poderia invadir novamente o sistema, com tranquilidade.

Marcos Roberto explica ainda que não é verdade que as urnas não fiquem ligadas à internet, sendo necessário a utilização da rede quando da transmissão dos dados de todo o país para Brasília, onde está centralizada a apuração do processo, por decisão do ministro do Supremo, Luís Roberto Barroso, atual presidente do TSE.

As informações são realmente assustadoras e mostram como as eleições podem ser facilmente fraudadas e influenciadas até mesmo por ataques provenientes de outros países.

Assista a entrevista completa, pois vale a pena … Como diz o deputado Filipe Barros, é realmente uma bomba!

Veja o vídeo:

O Jornal da Cidade Online é hoje uma voz em defesa da nossa pátria.

Por isso somos atacados por grupos anônimos e pela grande mídia perversa que quer o monopólio da informação e da opinião.

Estamos sobrevivendo, mas precisamos da ajuda de nosso leitor.

Faça a sua assinatura e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar