Justiça caça decisão que "derrubou" Terça Livre e canal deve retornar ainda hoje

Ler na área do assinante

Nesta quarta-feira (21), o jornalista do canal Terça Livre, Allan dos Santos, usou suas contas nas redes sociais para comemorar o retorno do canal:

TRIBUNAL DE SP CAÇOU A DECISÃO DA JUÍZA
A Google Brasil aprendeu que existe lei no Brasil. O Terça Livre irá voltar para o YouTube. Publicar um vídeo da C-span não é promover uma 'Organização Criminosa Violenta'”, apontou Allan.

E aproveitou para anunciar:

“Assim que devolverem o canal, a LIVE será de 10h com o máximo de canais de direita possível. Se estamos incomodando com 1.22M imagina se mais canais tiverem mais de um UM MILHÃO de inscritos. Juntos somos ainda mais fortes”, escreveu ele.

O canal havia sido retirado do ar em fevereiro deste ano, com base nas ‘diretrizes’ da plataforma, mas foi reativado mediante uma liminar que autorizava o retorno do perfil.

Na última quinta-feira (15), a juíza Ana Carolina de Almeida, da 8ª Vara Cível da Comarca de São Paulo, julgou o pedido de reativação do canal improcedente e deu o direito de remoção ao Google. Agora, o Tribunal de Justiça de São Paulo novamente autorizou o retorno do canal.

A democracia e a liberdade de expressão ainda respiram...

O Jornal da Cidade Online é hoje uma voz em defesa da nossa pátria.

Por isso somos atacados por grupos anônimos e pela grande mídia perversa que quer o monopólio da informação e da opinião.

Estamos sobrevivendo, mas precisamos da ajuda de nosso leitor.

Faça a sua assinatura e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar