GRAVE: Randolfe convoca "exército de Stédile", o MST, para derrubar Bolsonaro (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

O senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP) voltou às suas origens psolistas e petistas ao participar de uma live nas redes sociais do Movimento Sem Terra (MST), nesta quinta-feira (22).

No discurso, voltado à militância esquerdopata e apoiadora de ditaduras, como a cubana, o vice-presidente da CPI da Pandemia, disse que é preciso “colocar fim no governo de Jair Bolsonaro” e que isso seria “uma tarefa civilizatória”.

Em uma clara "agressão verbal", Randolfe exalou todo o seu ódio contra o presidente:

“Bolsonaro é ladrão de vacina, é ladrão de dinheiro do povo. A constatação é a seguinte: enquanto os brasileiros morriam, enquanto nós estávamos com a maior média de mortes por dia, ainda no mês de março, o governo de Jair Bolsonaro não negava vacina por convicção ideológica, não era o negacionismo puro e simples, ele fazia isso por dinheiro”, disse o “múmia” das planilhas da Odebrecht, fazendo ainda uma gravíssima acusação, mesmo uma agressão verbal, contra o presidente:
“O senhor Jair Bolsonaro não é só criminoso, ele não só orquestrou um esquema para matar brasileiros e brasileiras, mas atrás de dinheiro, para satisfazer o esquema do Centrão.”

O senador “saltitante” também convocou o "exécito de Stédile", o MST, para ir às ruas, em um convite à “baderna geral”, com direito a quebra-quebra, barricadas de pneus queimando e, claro, muito pão com mortadela.

Confira:

O Jornal da Cidade Online é hoje uma voz em defesa da nossa pátria.

Por isso somos atacados por grupos anônimos e pela grande mídia perversa que quer o monopólio da informação e da opinião.

Estamos sobrevivendo, mas precisamos da ajuda de nosso leitor.

Faça a sua assinatura e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar