Vereadora eleita pelo PT, envolvida em chacina, toma posse de dentro da prisão (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Na última quarta-feira (21), uma situação no mínimo inusitada ocorreu em um presídio no Ceará.

Uma vereadora, eleita pelo Partido dos Trabalhadores (PT), tomou posse em uma sala do presídio feminino Auri Moura Costa, em Aquiraz, na Região metropolitana de Fortaleza.

A vereadora eleita Edivanda de Azevedo, é ré por envolvimento em uma chacina com sete mortos, ocorrida no município de Ibaretama, pelo qual foi eleita.

O juiz Welithon Alves de Mesquita, da 1ª Vara Cível da Comarca de Quixadá, foi quem autorizou a posse, por meio de um mandado de segurança. Segundo o juiz, ‘a posse não implica e nem se confunde com o exercício do cargo de vereador para o qual a impetrante está impossibilitada em razão da prisão provisória’.

A vereadora não receberá salário, e nem poderá participar das sessões da Câmara enquanto estiver presa.

Edivanda está presa desde dezembro de 2020, assim como dois irmãos seus, suspeitos de envolvimento no homicídio de sete pessoas, entre elas uma criança de sete anos, mortas no dia 26 de novembro do ano passado.

As investigações da Polícia Civil apontam que a vereadora teria dado apoio logístico e material para que o crime ocorresse.

Confira:

O Jornal da Cidade Online é hoje uma voz em defesa da nossa pátria.

Por isso somos atacados por grupos anônimos e pela grande mídia perversa que quer o monopólio da informação e da opinião.

Estamos sobrevivendo, mas precisamos da ajuda de nosso leitor.

Faça a sua assinatura e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Fonte: G1

da Redação
Ler comentários e comentar