Em duro golpe na narrativa da velha mídia, Ministro do STF vai pra cima de jornalista da Folha

Ler na área do assinante

O ministro Kassio Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal (STF), encaminhou duas representações contra o colunista Conrado Hubner Mendes, do jornal Folha de S.Paulo.

Segundo o ministro, Hubner, que também é professor da Universidade de São Paulo, teria cometido crimes contra a honra dele, em matéria publicada no periódico, no último dia 6 de abril.

O texto, sob o título "O STF come o pão que o STF amassou", teria ataques pessoais a Nunes Marques, após sua decisão monocrática de liberar as cerimônias religiosas no Brasil, durante a pandemia.

“O episódio não se resume a juiz mal-intencionado e chicaneiro que, num gesto calculado para consumar efeitos irreversíveis, driblou o plenário e encomendou milhares de mortes”.
“Kassio sujou as mãos do STF na cadeia causal do morticínio. Mas as mãos do STF não estavam limpas. A chicana é hábito compartilhado”, escreveu o colunista.

O ministro do STF encaminhou as representações à PGR, que acionou a Polícia Federal (PF), responsável por apurar se os crimes foram cometidos.

Para jornalistas e representantes da velha mídia, sempre acostumados a serem tratados como senhores da verdade absoluta, este pode ser um duro golpe nas narrativas sem controle que utilizam diariamente, como metralhadoras, contra aqueles que querem destruir.

Eles precisam entender que um jogo tem sempre dois lados e, em algum momento, o adversário, cansado de ser atacado, vai revidar com ainda mais força.

O Jornal da Cidade Online é hoje uma voz em defesa da nossa pátria.

Por isso somos atacados por grupos anônimos e pela grande mídia perversa que quer o monopólio da informação e da opinião.

Estamos sobrevivendo, mas precisamos da ajuda de nosso leitor.

Faça a sua assinatura e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Fonte: Veja

da Redação
Ler comentários e comentar