Deputados do PT "surtam", recorrem a Moraes e querem a "exoneração" de General Braga Netto

Ler na área do assinante

Na noite da última quinta-feira (22), deputados petistas protocolaram uma notícia-crime no Supremo Tribunal Federal (STF), contra o general Walter Braga Netto, ministro da Defesa.

A notícia-crime diz respeito ao suposto recado enviado pelo general ao presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira.

“O general pediu para comunicar, a quem interessasse, que não haveria eleições em 2022, se não houvesse voto impresso e auditável”.

Braga Netto já desmentiu a informação e declarou que não enviou nenhum recado com este tipo de conteúdo, entretanto, assim como Renan Calheiros, que fez uma série de publicações nas redes sociais pedindo, inclusive, a exoneração do general, os deputados petistas Elvino Bohn Gass, Paulo Teixeira e Gleisi Hoffmann parecem ter ficado aterrorizados, e apontam ‘graves atentados ao normal funcionamento das instituições, à democracia, ao estado democrático de direito e à ordem Constitucional’.

Os parlamentares ainda pediram que a queixa-crime seja encaminhada ao ministro Alexandre de Moraes.

É muita pilantragem!

O Jornal da Cidade Online é hoje uma voz em defesa da nossa pátria.

Por isso somos atacados por grupos anônimos e pela grande mídia perversa que quer o monopólio da informação e da opinião.

Estamos sobrevivendo, mas precisamos da ajuda de nosso leitor.

Faça a sua assinatura e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar