Apresentador da Globo que pediu demissão ao vivo ganha indenização de R$ 2 milhões da emissora (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

O apresentador Kaio Cezar, que pediu demissão ao vivo durante uma edição do Globo Esporte em 16 de fevereiro de 2019, acaba de ganhar o processo movido contra a Globo e outras três empresas: a TV Verdes Mares (afiliada da Globo no Ceará), TV Diário (TV local do Sistema Verdes Mares) e Rádio Verdes Mares (a rádio do grupo).

No processo, Kaio aponta diversas situações de assédio moral por parte do então diretor de relações institucionais do Sistema Verdes Mares, Paulo César Norões.

Kaio também denunciou que não recebeu por trabalhos que fez na TV por assinatura, como na Copa do Mundo de 2014, onde era o responsável pela coordenação de entradas ao vivo no SporTV.

Segundo o relato, a Globosat (programadora que controla os canais pagos da Globo) repassava o dinheiro para a Verdes Mares, que não pagava o apresentador.

Em relação à Globo, o apresentador alegou, entre outros pontos, que a emissora se aproveitou da força de trabalho e não fiscalizou a situação à qual ele e seus colegas eram submetidos na TV Verdes Mares em transmissões do SporTV e do Premiere.

O pedido de indenização tem valor inicial de R$ 2 milhões, mas o cálculo ainda será concluído pela Justiça.

Confira o pedido de demissão de Kaio Cezar feito em 2019:

O Jornal da Cidade Online é hoje uma voz em defesa da nossa pátria.

Por isso somos atacados por grupos anônimos e pela grande mídia perversa que quer o monopólio da informação e da opinião.

Estamos sobrevivendo, mas precisamos da ajuda de nosso leitor.

Faça a sua assinatura e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar