Aziz "paga pra ver" e vai pra cima até das plataformas para atacar Bolsonaro

Ler na área do assinante

O presidente da CPI da Covid, Omar Aziz, vem defendendo sua nova aposta na tentativa de conseguir montar uma narrativa contra o presidente Jair Bolsonaro.

Aziz espera conseguir a imputação de alguma irregularidade a Bolsonaro através da convocação de representantes do Facebook, Twitter e Google para depoimento à CPI.

Já que a CPI não vem conseguindo os resultados esperados pela oposição, a nova aposta é uma acusação de veiculação do que consideram conteúdo falso ou contrário às evidências científicas, em meio à pandemia do novo coronavírus.

No último domingo (25), Aziz fez uma publicação onde defende a importância da convocação dos representantes das plataformas:

“É importante investigar a disseminação de notícias falsas na internet. No âmbito da CPI da Pandemia, também enfrentamos este problema e os representantes do YouTube, Facebook e Twitter podem contribuir sim”, escreveu ele, em sua conta no Twitter.

As convocações já foram aprovadas pela Comissão no final de junho, mas as datas ainda não foram definidas.

O Jornal da Cidade Online é hoje uma voz em defesa da nossa pátria.

Por isso somos atacados por grupos anônimos e pela grande mídia perversa que quer o monopólio da informação e da opinião.

Estamos sobrevivendo, mas precisamos da ajuda de nosso leitor.

Faça a sua assinatura e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar