Mario Cesar, prepare o chororô, pois deverá ser novamente afastado

Com choro ou sem choro, tudo caminha para um novo afastamento do vereador Mario Cesar da Fonseca do exercício do mandato na Câmara Municipal de Campo Grande.


O vereador, que por sua origem e sotaque inconfundível, ficou conhecido como ‘Zé Carioca’, recentemente se debulhou em lágrimas no plenário da Casa de Leis, relembrando na sua versão infame, os fatos que culminaram com o ‘golpe político’ em Campo Grande.

Mario Cesar na época presidia a Câmara Municipal e, sob o comando do gangster, dublê de empresário, João Amorim, conseguiram cassar o mandato do prefeito Alcides Bernal.

A Operação Coffee Break do Gaeco desvendou o golpe, financiado por Amorim e gerenciado por ‘Zé Carioca’. Assim, o vereador teve que renunciar à presidência da Câmara e sustenta-se no exercício do mandato por força de uma liminar.

Pelo visto, prenuncia-se um novo chororô.

O Ministério Público já se manifestou nos autos e opinou pela cassação da liminar e pela denegação do Mandado de Segurança.

O Tribunal de Justiça marcou o julgamento para o próximo dia 07.

Caso os desembargadores sigam o parecer do MP, Mario Cesar ficará novamente proibido de pisar na Câmara.

É o que se espera.

Lívia Martins

liviamartins.jornaldacidade@gmail.com

da Redação

Comentários

Mais em Foco MS