Padrasto de 20 anos é preso por estupro de bebê de 11 meses

O jovem acusado foi preso dentro do hospital quando se preparava para visitar a sua própria vítima.


A prisão ocorreu no Hospital São Vicente de Paulo em Passo Fundo (RS), na última quarta-feira (29).

A menina de 11 meses havia recebido os primeiros atendimentos no hospital de uma pequena cidade vizinha, Serafina Correa. Quando deu entrada no hospital de Passo Fundo, as Conselheiras Tutelares foram imediatamente chamadas, diante da gravidade do caso e da suspeita de violência sexual. 

Em Serafina Correa, a informação dada pela mãe, é de que a criança havia caído da cama no momento em que era cuidada pelo padrasto, enquanto ela estava no trabalho. 

Diante da situação, em razão dos claros indícios de que a criança teria realmente sido violentada, as Conselheiras foram até a Delegacia de Pronto Atendimento da Polícia Civil, onde relataram o fato à Delegada Plantonista, que imediatamente compareceu ao hospital. 

Inúmeros exames foram solicitados pela polícia, ficando evidenciado que a menina apresentava traumatismo craniano, fraturas pelo corpo e fissuras nos órgãos genitais. Inclusive, o resultado de conjunção carnal comprovou o estupro. 

O padrasto e a mãe da criança foram detidos no interior do hospital. 

Durante os depoimentos, o jovem de 20 anos confessou ter costume de estuprar a menina. Ainda explicou que não tinha desejo sexual, e sim ódio do bebê. 

A mãe da criança disse que desconfiava do companheiro, pois sempre que ele tentava pegar a sua filha no colo, ela chorava. Após o depoimento, ela foi liberada. 

O criminoso teve a prisão preventiva decretada, mas sua identidade está sendo mantida em sigilo, para evitar represálias e preservação da própria vítima. 

da Redação

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Policia