Bolsonaro ironiza investigação do STF e acusa Barroso e Moraes de praticarem a "ditadura da toga"

Ler na área do assinante

Jair Bolsonaro ironizou o fato da notícia crime contra ele, encaminhada por Luís Roberto Barroso, presidente do TSE, ter sido aceita pelo ministro do Supremo, Alexandre de Moraes.

O presidente, agora na condição de investigado, lembrou de um fato reconhecido pelo próprio Barroso. Um hacker que teve acesso ao código fonte do TSE, e citou uma possível omissão do magistrado sobre um caso de invasão do sistema das urnas eletrônicas, nas últimas eleições municipais, na cidade de Peribé, no Rio de Janeiro.

“O interesse pelo poder é muito grande, dentro e fora do Brasil”, disse Bolsonaro

O presidente fez ainda um ironia, comparando o sistema de segurança das eleições com o dos bancos:

“Vou falar com os presidentes do Bradesco, Itaú, Banco do Brasil, Caixa, e perguntar pra eles por que gastam fortunas, todos os anos pra tomar medidas pra que não invadam seus bancos ... Ora, peguem a tecnologia do TSE”

Bolsonaro lamentou os ataques promovidos por Barroso e Moraes, o que chamou de “ditadura da toga”.

Veja o vídeo

Conheça nosso novo canal o JCO Cortes, no Facebook e no YouTube e inscreva-se.

Querem nos calar!

O Jornal da Cidade Online está sofrendo ataques escancarados das “velhas raposas” da política, através da malfadada CPI, comandada por figuras nefastas como Aziz, Renan e Randolfe.

Não deixe a verdade morrer!

Faça a sua assinatura, tenha acesso ao conteúdo exclusivo da Revista A Verdade e fortaleça o jornalismo independente.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar