General vê STF e TSE “desrespeitando limites” e cita “uso da força para garantir a ordem e a lei”

Ler na área do assinante

O sinal de que a tensão está mesmo no limite entre os poderes executivo e legislativo, ou mais diretamente entre Jair Bolsonaro e parte dos ministros do STF e do TSE, liderados por Barroso e Moraes, pode ser confirmado em tuítes recentes do general da reserva do exército, Paulo Chagas.

O general, que costuma tecer críticas ao governo e se diz claramente favorável a uma chapa presidencial encabeçada pelo atual vice, Hamilton Mourão, desta vez mandou mensagens bem claras para o outro lado da praça dos Três Poderes:

"O que legitima o exercício da autoridade é o respeito aos limites legais das suas atribuições. Para merecer respeito é preciso respeitar! Os MINISTROS do STF, por total falta de respeito a seus limites, há muito perderam a legitimidade e a legalidade do que fazem", escreveu no dia 4 de agosto.
Quando o STF, que deveria dar o supremo exemplo, deixa de fazê-lo e ultrapassa seus limites,todos sentem-se livres para fazer a mesma coisa! Os efeitos negativos dessa anarquia só serão neutralizados pela iniciativa e pela moderação de uma FORÇA garantidora da lei e da ordem! ISSO Ñ É BOM!, completou o general, no dia seguinte.

Se até aqueles que não simpatizam ou se colocam como adversários de Bolsonaro, estão indignados com os desmandos da “ditadura da toga”, é porque o desrespeito foi muito além do suportável.

Qual será esse limite?

Conheça nosso novo canal o JCO Cortes, no Facebook e no YouTube e inscreva-se.

Querem nos calar! O Jornal da Cidade Online está sofrendo ataques escancarados das “velhas raposas” da política, através da malfadada CPI, comandada por figuras nefastas como Aziz, Renan e Randolfe. Ajude para que a verdade prevaleça! Faça a sua assinatura, tenha acesso ao conteúdo exclusivo da Revista A Verdade e fortaleça o jornalismo independente. Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar