Acusado de assédio sexual, governador de Nova York renuncia e abala pilares da esquerda lacradora

Ler na área do assinante

A renúncia do governador de Nova York, Andrew Cuomo, deve estar deixando os esquerdistas de todo o mundo com os nervos à flor-da-pele e, provavelmente, com as estruturas bem abaladas.

O democrata deixou o cargo após denúncias de escândalo sexual, pela Procuradora-Geral do Estado, Letitia James.

Segundo o relatório, ele teria assediado 11 mulheres, sexualmente, sendo que nove eram funcionárias do governo. As acusações vão desde apalpadas até o toque em locais íntimos.

Andrew Cuomo enfrentava por um processo de Impeachment pelos mesmos motivos da acusação, mas preferiu não se defender.

O deputado federal Eduardo Bolsonaro repercutiu a notícia nas redes, com a devida ironia:

O Governador democrata de Nova York Andrew Cuomo renunciou hoje após ser acusado de assediar 11 mulheres. Este é o mesmo que vivia atacando o Presidente Bolsonaro por diversos motivos. Além de destruir seu estado na pandemia, ainda é um abusador. É o esquerdista perfeito.

É a velha e conhecida frase dos esquerdopatas, sendo colocada em prática.

Acuse-os do que você faz e chame-os do que você é!

Conheça nosso novo canal o JCO Cortes, no Facebook e no YouTube e inscreva-se.

Querem nos calar!

O Jornal da Cidade Online está sofrendo ataques escancarados das “velhas raposas” da política, através da malfadada CPI, comandada por figuras nefastas como Aziz, Renan e Randolfe.

Ajude para que a verdade prevaleça!

Faça a sua assinatura, tenha acesso ao conteúdo exclusivo da Revista A Verdade e fortaleça o jornalismo independente. Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar