Filho de Lula fica sem a "boquinha" na Alesp

Ler na área do assinante

Filho do ex-presidente Lula, Luís Cláudio Lula da Silva pediu exoneração do cargo que ocupava na Assembleia Legislativa Estadual de São Paulo (Alesp).

Luís Cláudio é réu, junto com Lula, na Operação Zelotes. Ambos são acusados de tráfico de influência, lavagem de dinheiro e organização criminosa na compra de caças suecos no governo de Dilma Rousseff.

A exoneração de Luís Cláudio, publicada no Diário Oficial, surpreendeu os servidores da Alesp.

O cargo ocupado pelo filho de Lula, até então, era de ‘auxiliar parlamentar’, locado no gabinete do deputado estadual Emídio de Souza, do PT.

O salário mensal de Luís Cláudio era de R$ 6.836,59.

“Ele vai cuidar da minha agenda, tramitação de documentos, projetos e emendas. E vai ajudar em redes sociais. Trabalhará internamente e cumprirá expediente todos os dias”, foi a declaração de Emídio na ocasião da nomeação de seu ‘auxiliar’.

Emídio, ex-prefeito de Osasco e atual tesoureiro nacional do PT, foi o responsável pela indicação de Luís Cláudio à nomeação.

Querem nos calar!

O Jornal da Cidade Online está sofrendo ataques escancarados das “velhas raposas” da política, através da malfadada CPI, comandada por figuras nefastas como Aziz, Renan e Randolfe.

Ajude para que a verdade prevaleça!

Faça a sua assinatura, tenha acesso ao conteúdo exclusivo da Revista A Verdade e fortaleça o jornalismo independente.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar