Falta de estoque regulador de feijão, doado ao governo cubano, justifica preço

Um programa foi criado pelo PT com o exclusivo objetivo de atender ao governo de Cuba.


Trata-se do ‘Programa de Doação Humanitária de Alimentos do Brasil à República de Cuba’. 

Em outubro do ano passado, ou seja, quando já se podia prever a escassez do feijão este ano, o governo brasileiro doou 625 toneladas para o país caribenho.

Com isso, abrimos mão de uma parte de nosso estoque regulador, hoje inexistente, mas, não fosse a benevolência petista em detrimento de nossa população, poderia garantir a manutenção dos preços nessa fase de crise na produção.

O produto foi enviado em sacas de 50 quilos. Até a remoção ficou por conta do governo brasileiro.

Grandes quantidades de arroz também foram doadas no mesmo programa, conforme recentemente mostrou matéria do Jornal da Cidade (veja aqui).

Para tanto, dando respaldo legal à generosidade lulopetista, foi criada a Lei 12.429, de 20 de agosto de 2011, autorizando o governo federal a doar estoques públicos de alimentos para assistência humanitária internacional.

da Redação

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Comentários

Mais em Economia