Flagra: Doutrinação marxista escancarada em escola de Curitiba

Um vídeo postado nesta segunda-feira (4) no Facebook escancara adolescentes reverenciando Karl Marx.


Os estudantes são de uma escola estadual de Curitiba (PR).

Um espetáculo de doutrinação que não deveria ocorrer em escolas públicas.

Eles cantarolam entusiasticamente uma paródia do funk ‘Baile de Favela’.

Os jovens estudantes, com a letra nas mãos, condenam a ‘mais valia’ e louvam o líder comunista.

Paralelamente, assistimos durante os governos do PT a distribuição nas escolas públicas de farto material doutrinário de cunho extremamente radical. Vejam:


Quanto a postagem, mencionada na matéria, inserida na rede social como ‘denúncia’, está na página ‘Bolsonaro Opressor 2.0’ e pode representar o início de uma rivalidade ainda mais exacerbada entre a direita, de Bolsonaro, e as esquerdas.

De outro lado, na minha modesta opinião, a tal ‘Escola sem partido’, proposta pela direita radical, representa a ‘mordaça’, inconcebível no sistema democrático.

O professor não deve ser militante, mas tem que ter o direito de opinar e se expressar, assim como o aluno, o pai de aluno, o diretor e a sociedade. Isto é democracia.

O importante é buscar o equilíbrio, sem radicalismos e sem imposições.

Clique aqui e veja o vídeo no Facebook.

Edmundo Zanatta

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Educação