Pressão popular afrouxa e bandidagem começa a ser colocada na rua

A moda agora é soltar a bandidagem e colocar uma tornozeleira eletrônica.


Se presos eles conseguem influenciar nas investigações, não será esse aparato que irá freá-los.

Nesta quarta-feira (6), o empresário Ronan Maria Pinto obteve a liberdade condicional.

Os desembargadores da 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), em Porto Alegre, pela primeira vez concederam habeas corpus contra uma prisão determinada pelo juiz Sérgio Moro na Operação Lava Jato.

É um péssimo presságio.

Sem pressão popular os membros do carcomido Poder Judiciário estão se sentindo à vontade.

Não foi por falta de aviso. O próprio juiz Sérgio Moro disse que para combater os poderosos corruptos da política brasileira precisaria do apoio popular.

O povo parece estafado...

Ronan, operador do mensalão e personagem importante no homicídio do prefeito Celso Daniel, de Santo André, de acordo com a decisão dos desembargadores, pagará uma fiança de um milhão de reais e ficará praticamente livre. Poderá ir e vir para onde bem entender, tendo que se recolher em sua mansão apenas no período noturno e nos finais de semana. Que maravilha!

Acorda Brasil!

Edmundo Zanatta

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política