Senadora revelação da comissão do impeachment estraçalha carta de Dilma

A carta de Dilma Rousseff dirigida aos senadores da comissão do impeachment, que substituiu o depoimento pessoal, vez que a presidente afastada não se dispôs a fazê-lo (veja aqui), recebeu feroz comentário da senadora Simone Tebet, que tem se sobressaído em suas intervenções favoráveis ao afastamento definitivo da petista. 

Professora de direito constitucional, filha do falecido Ramez Tebet, ex-governador de Mato Grosso do Sul e ex-presidente do Senado Federal, Simone assumiu a condição de sensação da comissão, sempre com intervenções coerentes e bem fundamentadas.

Nesta quinta-feira, ao comentar sobre a carta da presidente afastada aos senadores, Simone criticou o fato de Dilma ter mais uma vez taxado o seu afastamento de ‘golpe de estado’.

E questionou: ‘Onde está o golpe de estado num processo previsto na Constituição, onde se deu ampla defesa, contraditório, oitiva de testemunhas por mais de 200 horas, onde em cada decreto mínimo, de duas ou três linhas, foram o mínimo de oito testemunhas a se pronunciar e, mais do que isso, um golpe de estado comandado pelo guardião da Constituição, que é o Supremo Tribunal Federal’.

Veja o vídeo.

da Redação

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política