Câmara Municipal de CG, ‘cabidão’ de empregos onde nem vereador trabalha

A Câmara Municipal de Campo Grande pode ser considerada um cabide de empregos com 657 comissionados.


Isso é estar na contramão da história. Enquanto o Brasil e uma grande parte da sociedade luta contra a corrupção e os abusos dos poderes públicos, a Câmara incha seu quadro de forma espetacular.

São mais de 22 funcionários por vereador, fisicamente impossível de abrigar tanta gente no prédio do legislativo.

A folha de pagamento soma R$ 9,9 milhões, R$ 8,2 milhões são destinados à remuneração dos comissionados. Além disso dos 702 trabalhadores, somente 45 são cargos efetivos. O último concurso feito foi em 2004.

De olho nisso o MPE – Ministério Público Estadual, fez o alerta e o inexpressivo presidente, João Rocha, PSDB, firmou um acordo de chamar um concurso para o ano que vem.

Esse ano devido às eleições municipais não será possível o certame.

O processo licitatório para contratar a empresa responsável pelo concurso público deve começar em outubro e o prazo final deve seguir em até 120 dias.

Nélio Brandão

Fonte: Blog do Nélio

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Foco MS