Em análise brilhante, Augusto Nunes destrincha carta de Bolsonaro: "Não se precipitem" (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Nesta quinta-feira (9), o jornalista Augusto Nunes fez a mais perfeita análise sobre a 'Carta à Nação', divulgada pelo presidente Jair Bolsonaro.

“Não se precipitem nas conclusões. Um acordo implica concessões dos dois lados. Nenhum presidente da República, cercado por todo tipo de cafajeste, inimigo, pode brigar em várias frentes simultaneamente.
É isso que queriam os seus inimigos. E Bolsonaro mostrou, o Brasil mostrou, que não falta povo para o presidente. Se faltasse, não haveria acordo nenhum porque o Supremo, nenhum ministro, toparia conversar”, decifrou Nunes.

E analisou o modo como os fatos são noticiados pela ‘velha mídia’:

“Ele [Bolsonaro] nunca quis fechar o Supremo, ele está incomodado, como todos nós estamos, com o comportamento de alguns ministros do Supremo, ou que seja de todos [...]
Eu acho que está claro, agora, que se há algum golpista em ação, não é o presidente. Ele quer o cumprimento da constituição [...]
A conversa do ‘Bolsonaro golpista’ acabou. Não dá mais para continuar, mas os jornais vão continuar dizendo que ele recuou para avançar depois, então não deem argumentos aos que apostam no conflito, no confronto e no caos.
Eles não querem que o governo vá em frente e o governo precisa trabalhar. O governo não pode ter tanta gente impedindo que trabalhe”.

Confira:

Quebraram as nossas pernas!

O Jornal da Cidade Online está sofrendo ataques escancarados.

“Velhas raposas” da política, através da malfadada CPI, comandada por figuras nefastas como Aziz, Renan e Randolfe quebraram nosso sigilo bancário. Nada irão encontrar.

O TSE, por sua vez, determinou a desmonetização do JCO. Uma decisão sem fundamento, sem qualquer intimação e sem o devido processo legal. Quebraram nossas pernas!

Precisamos da ajuda de todos os patriotas.

Sua colaboração é importante para que a verdade prevaleça!

Faça a sua doação:

Ou faça a sua assinatura e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar