Senadora ataca pressa na lei de abuso de autoridade e garante que Lava Jato é intocável (vídeo)

Ler na área do assinante

‘Ninguém vai acabar com a Lava Jato’.

‘O projeto de lei abuso de autoridade não será votado no açodamento’.

São estas as garantias que a senadora Simone Tebet expressou com veemência da tribuna do Senado Federal.

Na realidade, a pressa na votação da tal lei representa uma nova investida da nefasta classe política brasileira contra a Operação Lava Jato.

A intenção é tão somente engessar a maior operação contra corrupção da história.

A ideia de Renan Calheiros é enquadrar delegados, agentes da PF, promotores, juízes, desembargadores e ministros de tribunais superiores.

Aliás, se essa lei já estivesse em vigor, fatalmente teria impedido quase a totalidade das ações empreendidas pela Operação Lava Jato (veja aqui). 

A senadora Simone Tebet (PMDB), que tem se notabilizado com uma grande revelação nos debates do senado, admite que a lei atualmente e vigor tem que ser aperfeiçoada, mas não da maneira como quer o presidente do senado, no ‘com uma urgência desnecessária’.

Ela garante que se a lei, de 1965, precisar ser modificada, será com sugestões e apoio do Poder Judiciário, Ministério Público, Polícia e sociedade, jamais ‘com essa sombra, este fantasma de que esta casa quer acabar com a operação Lava Jato’, enfatizou a senadora.

Veja o vídeo:

da Redação 

da Redação
Ler comentários e comentar