Derrubada do Novo Marco Temporal pode gerar fome mundial, prevê Bolsonaro (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Em cerimônia oficial realizada nesta semana, em Brasília, o presidente da República Jair Bolsonaro falou sobre as consequências desastrosas de uma possível derrubada do Novo Marco Temporal, em análise no Supremo Tribunal Federal.

Se a tese for desconsiderada, fica liberada a demarcação de terras indígenas que teriam sido ocupadas antes da promulgação da última Constituição, em 1988, o que levaria à criação de novas reservas indígenas equivalentes ao tamanho de toda a região Sudeste.

Segundo Bolsonaro, as demarcações reduziriam drasticamente as áreas para produção de alimentos, elevando preços ao consumidor final e até gerando a escassez de alimentos aqui e fora do país.

O Novo Marco está, por enquanto, com a análise em pausa, após pedido de vistas do processo pelo ministro Alexandre de Moraes (sinal de boa vontade e resposta ao “acordo da semana passada” com o presidente?)

O "placar", por enquanto, está em 1 a 1, com o ministro Edson Fachin a favor do fim do Marco Temporal, enquanto Nunes Marques votou pela sua manutenção.

De qualquer forma, com todo o respeito aos indígenas e às suas tradições, por que cerca de um milhão de descendentes dos povos nativos precisam ser “proprietários exclusivos” de quase ¼ de todo imenso território brasileiro? Por trás dessa resposta, as ONGs, que atuam "como lobos em pelo de cordeiro", atrás de nossas riquezas!

Veja o vídeo:

Quebraram as nossas pernas!

O Jornal da Cidade Online está sofrendo ataques escancarados.

“Velhas raposas” da política, através da malfadada CPI, comandada por figuras nefastas como Aziz, Renan e Randolfe quebraram nosso sigilo bancário. Nada irão encontrar.

O TSE, por sua vez, determinou a desmonetização do JCO. Uma decisão sem fundamento, sem qualquer intimação e sem o devido processo legal. Quebraram nossas pernas!

Precisamos da ajuda de todos os patriotas.

Sua colaboração é importante para que a verdade prevaleça!

Faça a sua doação:

Ou faça a sua assinatura e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar