Dominação da terra por alienígenas é a inacreditável pauta discutida pelo MPF (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Na última quarta-feira (15), O Conselho Institucional do Ministério Público Federal analisou uma notícia de fato no mínimo inusitada.

Na demanda, que é dirigida aos órgãos da atividade-fim do Ministério Público, um homem exigia uma reunião presencial para dar informações sobre uma dominação do nosso planeta por ‘seres alienígenas reptilianos’.

Segundo as alegações do cidadão, extraterrestres estariam criando cópias de pessoas pelo mundo todo.

As alegações do autor do pedido foram embasadas com fotos do abdômen do presidente Jair Bolsonaro, onde em algumas apareciam cicatrizes e em outras não, sendo que cada foto corresponderia a uma cópia de Bolsonaro.

Depois de Bolsonaro, o jornalista norte-americano Gleen Greenwald seria a pessoa com o maior número de cópias, segundo o homem. As informações teriam chegado até o autor do pedido por meio telepático.

O cidadão também alegou que a pandemia de Covid-19 seria ‘fruto da cooperação dos chineses com os alienígenas, sendo que os efeitos mortais são desencadeados eletronicamente’.

Na análise em primeiro grau, o procurador arquivou a notícia de fato sustentando que as alegações carecem de verossimilhança e fogem da realidade, afastando qualquer possibilidade de atuação do MPF ao afirmar que o órgão “não possui superpoderes aptos a impedir dominação alienígena”.

Em uma sustentação oral remota perante o Conselho, o autor chegou a alegar que o procurador responsável pelo arquivamento da notícia de fato havia sido preso por tentar assassiná-lo, já que teria recebido oferta de uma das ‘cópias’ para ignorar todos os pedidos.

Francisco Rodrigues, presidente da Comissão, contestou esta informação, afirmando que procuradores nunca foram detidos por este motivo.

A notícia de fato acabou negada por unanimidade, e será feita uma análise de possíveis crimes cometidos pelo autor devido às acusações aos procuradores.

Assista ao vídeo da sessão:

Quebraram as nossas pernas!

O Jornal da Cidade Online está sofrendo ataques escancarados.

“Velhas raposas” da política, através da malfadada CPI, comandada por figuras nefastas como Aziz, Renan e Randolfe quebraram nosso sigilo bancário. Nada irão encontrar.

O TSE, por sua vez, determinou a desmonetização do JCO. Uma decisão sem fundamento, sem qualquer intimação e sem o devido processo legal. Quebraram nossas pernas!

Precisamos da ajuda de todos os patriotas.

Sua colaboração é importante para que a verdade prevaleça! Faça a sua doação:

Ou faça a sua assinatura e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Fonte: R7

da Redação
Ler comentários e comentar