URGENTE: Ministro é chamado de ‘moleque’ em CPI e bate boca com senadores (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

O ministro-chefe da Controladoria Geral da União (CGU), Wagner Rosário colocou fogo na CPI da Pandemia, ao depor ao colegiado, nesta terça-feira (21).

Após demonstrar, por horas, que não houve sequer uma irregularidade nas contas do governo federal, em ações relacionadas ao combate à pandemia de COVID-19, Rosário passou a ser atacado e foi acusado, pela senadora Simone Tebet, de agir como advogado de defesa do presidente da República e do ministro da Saúde, e que seria um engavetador e estaria “passando pano”.

O ministro rebateu e disse que Tebet estava 'descontrolada'. A partir deste momento, Rosário passou a ser agredido verbalmente por diversos senadores de oposição.

Entre os mais exaltados, Otto Alencar, baixou o nível:

“É um pau mandado, está devendo favor a Bolsonaro, é um moleque, moleque de recado”, gritou Alencar, diversas vezes”

Após a confusão, o presidente da CPI, senador Omar Aziz colocou em prática a velha tática de intimidação e afirmou que Wagner Rosário agora passa de testemunha a investigado.

Esta é a cara da CPI da Inquisição, que agride, ofende e intimida todos que a enfrentam!

Veja o vídeo:

Quebraram as nossas pernas!

O Jornal da Cidade Online está sofrendo ataques escancarados.

“Velhas raposas” da política, através da malfadada CPI, comandada por figuras nefastas como Aziz, Renan e Randolfe quebraram nosso sigilo bancário. Nada irão encontrar.

O TSE, por sua vez, determinou a desmonetização do JCO. Uma decisão sem fundamento, sem qualquer intimação e sem o devido processo legal. Quebraram nossas pernas!

Precisamos da ajuda de todos os patriotas.

Sua colaboração é importante para que a verdade prevaleça!

Faça a sua doação:

Ou faça a sua assinatura e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar