Bondade petista ao Paraguai em Itaipu será transferida para o consumidor

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no ano de 2009, num gesto de extrema bondade e boa vontade com o seu parceiro Fernando Lugo, então presidente do Paraguai, resolveu do dia pra noite triplicar os valores pagos pela cessão de eletricidade na usina de Itaipu.


Presentemente, com a crise estabelecida, o Governo resolveu tirar o peso dessa conta do Tesouro Nacional.

A decisão implica em transferi-la integralmente para as contas de energia do consumidor brasileiro.

Desta forma, está decidido que as tarifas de energia elétrica terão um acréscimo de mais 2% para bancar mais esta despesa.

A medida provisória 735 para este fim já foi publicada no dia 23 de junho, e transfere toda a despesa para as tarifas de energia, devendo tais valores serem cobrados a partir de janeiro de 2017.

Neste ano, o Paraguai teria que receber cerca de R$ 900 milhões por ceder seu excedente de energia ao Brasil. Para o ano que vem, as tarifas terão que arrecadar R$ 1,8 bilhão, para fazer jus ao pagamento de 2016 e 2017.

O acordo que reajustou o preço da energia de Itaipu foi fechado pelos ex-presidentes Lula e Fernando Lugo. A produção da usina, de cerca de 14 mil megawatt-hora (MWh), é dividida igualmente entre os dois países.

Como não consome toda a eletricidade a que tem direito, o Paraguai vende o excedente para o Brasil.

da Redação

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Comentários

Mais em Economia