Polícia identifica articulação para estreia do PCC na política

O PCC escolheu o Ceará como centro das operações do grupo.

‘O Ceará virou a offshore da principal organização criminosa em atividade no Brasil’, é o que retrata reportagem da revista IstoÉ desta semana.

Todavia, o fato mais intrigante trazido ao conhecimento público pela equipe da revista, dá conta que a organização criminosa pretende nas eleições de 2018 ter sua iniciação na política brasileira, elegendo no Ceará, prefeitos e vereadores vinculados ao grupo.

De acordo com a matéria, ‘com a proibição do financiamento por empresas privadas, o PCC se projeta como uma importante força para irrigar as campanhas’.

‘As conversas da quadrilha foram relatadas à polícia por fontes infiltradas na organização’.

Três cidades se destacam como principais alvos do PCC: Mombaça, Caucaia e Itatira.

Quanto aos nomes dos candidatos ao executivo dessas três cidades, em Mombaça, a polícia ainda não identificou.

Em Caucaia, a segunda maior população cearense, estratégica para o PCC, desponta como favorito o deputado estadual Naumir Amorim. O parlamentar apresenta uma vida pregressa digna do PCC: 148 processos, entre os quais dois por homicídio.

Já em Itatira, o candidato deverá ser um dos irmãos de ‘Alemão’, que em 2005 comandou o assalto ao Banco Central em Fortaleza.

da Redação

Fonte: IstoÉ

da Redação

Comentários