Humberto Costa é incompetente ou mentiroso? (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Nesta quinta-feira (30), o senador Marcos Rogerio usou suas contas nas redes sociais para expor a maneira como os opositores do presidente Jair Bolsonaro, m especial os integrantes da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, constroem narrativas deturpadas.

O senador compartilhou um vídeo, onde ‘corrige’ a informação dada por um senador da oposição de que a empresa Global Gestão em Saúde estava sofrendo uma ação de busca e apreensão executada pela Polícia Federal, em razão de ‘denúncias de atos de corrupção vinculados a compra de medicamentos de alto custo e por lavagem de dinheiro’.

O senador apenas esqueceu de mencionar que os atos de corrupção pelos quais a empresa está sendo investigada refere-se a contratos firmados durante o governo da ex-presidente Dilma Rousseff:

“Foi mencionado agora há pouco que a Polícia Federal está fazendo uma operação, é verdade. Eu recebi aqui a notícia dessa operação, e a manchete é: Global é investigada por contrato com da Petrobrás no governo Dilma. Vamos ler a matéria, porque pareceu aqui outra coisa, não é?”, apontou Marcos Rogério.

Junto ao vídeo, Marcos Rogério legendou, chamando a atenção para a narrativa que a oposição tentou criar:

“Vejam vocês como a esquerda constrói narrativas contra o governo Bolsonaro. Esse é apenas um exemplo do que venho denunciando desde o início dos trabalhos na CPI da Pandemia”, escreveu ele.

Assista ao vídeo:

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou a desmonetização do Jornal da Cidade Online.

Um ato de Censura Prévia. Um atentado a liberdade de expressão.

Uma decisão sem fundamento, sem qualquer intimação e sem o devido processo legal.

Precisamos da ajuda de todos os patriotas.

Faça a sua assinatura e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da destemida Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Cada colaboração é importante para que a verdade prevaleça! Faça também a sua doação pelo PIX (chave: pix@jornaldacidadeonline.com.br ou 16.434.831/0001-01).

Contamos com você!

da Redação
Ler comentários e comentar