O "passaporte toxicológico" e a esquerdalha em pânico! (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Uma proposta de lei para que servidores públicos sejam obrigados a portar um “passaporte toxicológico” para comprovar que possuem condições de exercer o trabalho de prestação de serviço à população, foi apresentado na Câmara Municipal de Belo Horizonte.

O projeto é um contraponto a outro que foi enviado por vereadores do PSOL, exigindo que se estabeleça a obrigatoriedade do passaporte vacinal (relacionado ao medicamento aplicado contra o coronavirus), para que as pessoas frequentem livremente, tanto espaços públicos como privados.

Segundo o autor da proposta do "passaporte toxicológico", vereador Nikolas Ferreira, o documento seria atualizado com exames periódicos. Diante disso, segundo o vereador, tem muita gente já entrando em desespero, caso a lei seja aprovada.

E imaginem o alvoroço dos esquerdopatas, que aparelham as repartições públicas, se criarem uma lei como esta, com validade para todo o território nacional!

Veja o vídeo:

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou a desmonetização do Jornal da Cidade Online.

Um ato de Censura Prévia. Um atentado a liberdade de expressão.

Uma decisão sem fundamento, sem qualquer intimação e sem o devido processo legal.

Precisamos da ajuda de todos os patriotas.

Faça a sua assinatura e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da destemida Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Cada colaboração é importante para que a verdade prevaleça! Faça também a sua doação pelo PIX (chave: pix@jornaldacidadeonline.com.br ou 16.434.831/0001-01).

Contamos com você!

da Redação
Ler comentários e comentar