Casagrande "enlouquece" de vez e tenta imputar a Bolsonaro culpa por agressão no futebol (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

O comentarista da Rede Globo, Walter Casagrande, fez mais um de seus comentários vergonhosos, na última terça-feira (5), ao falar sobre a agressão sofrida por um árbitro de futebol.

Rodrigo Crivellaro Dias desmaiou em campo, na segunda-feira (4), após ser derrubado e chutado na nuca pelo jogador William Ribeiro, do São Paulo, de Rio Grande (RS), na partida contra o Guarani de Venâncio Aires (RS), pela série A2 do Campeonato Gaúcho.

Crivellaro recebeu alta do hospital em Venâncio Aires da terça-feira (05), deixando o local em uma cadeira de rodas e usando um colar cervical.

Ao comentar o ocorrido, que foi flagrado pelas câmeras da FGF TV, Casagrande insinuou que a culpa da agressão seria do presidente Jair Bolsonaro:

“Semente do ódio plantada em 2018 (ano em que Bolsonaro foi eleito)”, disse o comentarista.

No encerramento do programa Seleção SporTV, Casagrande usou o triste episódio para fazer uma referência indireta ao presidente Bolsonaro:

“Aquilo que aconteceu no Sul é a semente do ódio que foi plantada lá em 2018 e muita gente agarrou.
Então, o ódio está dentro da sociedade brasileira. Esse é um dos problemas que nós temos que acabar: é a sociedade que tem que acabar com o ódio”, afirmou ele.

Pelo visto, é o comentarista quem está tomado pelo ódio...

Veja a agressão ao árbitro:

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou a desmonetização do Jornal da Cidade Online.

Um ato de Censura Prévia. Um atentado a liberdade de expressão.

Uma decisão sem fundamento, sem qualquer intimação e sem o devido processo legal.

Precisamos da ajuda de todos os patriotas.

Faça a sua assinatura e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da destemida Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Cada colaboração é importante para que a verdade prevaleça! Faça também a sua doação pelo PIX (chave: pix@jornaldacidadeonline.com.br ou 16.434.831/0001-01).

Contamos com você!

da Redação
Ler comentários e comentar