Constantino dá lição na "velha imprensa" após Nobel da Paz a jornalistas que lutam pela liberdade de expressão (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Nesta sexta-feira (08), após a divulgação dos vencedores do Prêmio Nobel da Paz de 2021, o jornalista Rodrigo Constantino divulgou um vídeo onde fala sobre o significado do prêmio ter sido dado a dois jornalistas neste ano.

Os ganhadores do prêmio, em 2021, foram os jornalistas Maria Ressa, das Filipinas, e Dmitry Muratov, da Rússia.

Segundo o anúncio do Comitê Nobel norueguês, o prêmio foi um reconhecimento aos dois profissionais por suas lutas em prol da liberdade de expressão em seus respectivos países.

A escolha, justificou o porta-voz do comitê, foi um aceno à defesa das liberdades de imprensa e de expressão ‘pré-requisitos para sociedades democráticas e para a paz duradoura’.

“Esse prêmio, desse ano, reforça, sim a importância do fator coragem na profissão de jornalista, algo, cá entre nós, um tanto em falta no Brasil. Ao buscar a verdade e lançar luz sobre o que os poderosos gostariam de manter às sombras, o jornalismo leva informação ao público, e serve até como uma espécie de poder moderador, ou assim deveria ser”, apontou Constantino.

Mas o jornalista lembrou que o que vem ocorrendo é o oposto:

“Com Trump nos EUA, e Bolsonaro no Brasil, muitos jornalistas viraram militantes de oposição, demonizando os presidentes e passando pano para t6odos os abusos cometidos por seus poderoso adversários. No Brasil, a velha imprensa cata pelo em ovo para desgastar Bolsonaro, e quando nada encontra, inventa. Uma fábrica de fake news. Já em relação a seus opositores, aí reina o mais absoluto silêncio cúmplice”, disparou ele..

Constantino ainda apontou a dificuldade em investigar pessoas poderosas, já que a liberdade de imprensa vem sendo atacada de diversas formas, e deu como exemplo um caso ocorrido esta semana:

“Quanto ao arbítrio supremo, tivemos um caso absurdo esta semana: o sigilo de fonte, resguardado pela Constituição, foi ignorado para denunciar uma funcionária do ministro [do STF] Lewandowski, que passava algumas informações ao jornalista Alan dos Santos, do Terça Livre. Coisa séria, coisa grave. [...]
Ou seja, ali tínhamos um jornalista com a coragem de averiguar o comportamento das figuras mais poderosas do nosso país, com denúncias graves, como a de que ministros mudavam suas decisões, seus votos, após algumas ligações ali, de certas pessoas. Em vez de o jornalismo mergulhar de cabeça nisso, que é o relevante da história, os veículos de comunicação preferiram destruir a vida da fonte e também o jornalista, para proteger o STF”, lamentou Constantino.

Confira:

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou a desmonetização do Jornal da Cidade Online.

Um ato de Censura Prévia. Um atentado a liberdade de expressão.

Uma decisão sem fundamento, sem qualquer intimação e sem o devido processo legal.

Precisamos da ajuda de todos os patriotas.

Faça a sua assinatura e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da destemida Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Cada colaboração é importante para que a verdade prevaleça! Faça também a sua doação pelo PIX (chave: pix@jornaldacidadeonline.com.br ou 16.434.831/0001-01).

Contamos com você!

da Redação
Ler comentários e comentar