Bolsonaro desabafa e revela chantagem covarde para tirar indicação de Mendonça ao STF (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Na última sexta-feira (08), o presidente Jair Bolsonaro falou sobre a indicação feita por ele, de André Mendonça, para que ocupe a vaga do ministro Marco Aurélio Mello no Supremo Tribunal Federal.

A indicação foi feita em 13 de julho, mas mesmo quase após três meses da divulgação no Diário Oficial, a data para a sabatina de Mendonça ainda não foi definida pelo presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Davi Alcolumbre.

Bolsonaro afirmou que vem sendo chantageado para que altere a indicação à vaga, mas não divulgou quem seriam os autores da chantagem e não deu maiores detalhes sobre a maneira como ela vem sendo tentada:

“Como temos um problema sério pela frente agora, que eu indiquei um excepcional jurista, que é evangélico também, para o Supremo, e tem correntes que não ele quer lá, quer impor.
[Eles dizem:] ‘A gente resolve CPI, a gente resolve tudo, me dê a vaga do STF’”, apontou Bolsonaro.

Alcolumbre alega que a falta da definição de uma data para a sabatina de Mendonça na CCJ é devido a uma falta de consenso interno para a aprovação da indicação.

Confira:

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou a desmonetização do Jornal da Cidade Online.

Um ato de Censura Prévia. Um atentado a liberdade de expressão.

Uma decisão sem fundamento, sem qualquer intimação e sem o devido processo legal.

Precisamos da ajuda de todos os patriotas.

Faça a sua assinatura e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da destemida Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Cada colaboração é importante para que a verdade prevaleça! Faça também a sua doação pelo PIX (chave: pix@jornaldacidadeonline.com.br ou 16.434.831/0001-01).

Contamos com você!

da Redação
Ler comentários e comentar