Luíza Brunet surpreende bilionário com vídeo da agressão

O empresário Lírio Parisotto em suas primeiras intervenções no processo em que é acusado de agressão à atriz Luíza Brunet, utilizou a estratégia de negar a ocorrência dos fatos e, sorrateiramente, ‘plantou’ a ideia de que o objetivo da ex-namorada era tão somente a obtenção de uma indenização de 100 milhões de reais.


Na ocasião o advogado de Luíza negou que em algum momento tivesse tratado desse assunto com o advogado de Parisotto.

Paralelamente, afim de desmoralizar a denúncia, o empresário providenciou o vazamento de uma foto onde Brunet surge de cara limpa para a gravação da novela Velho Chico, supostamente, três dias após o ocorrido.

O contragolpe da atriz veio fulminante.

Luíza apresentou ao Ministério Público uma prova irrefutável do crime: um vídeo onde aparece sendo impiedosamente chutada por Parisotto.

Diante disso, já se cogita nos meios jurídicos, que na ação cível indenizatória, a defesa de Brunet deverá requerer 200 milhões de reais, a título de danos morais

Quanto à discussão patrimonial ficará para uma outra ação.

É público e notório, por exemplo, que em março deste ano o empresário tornou-se proprietário de uma das mais fortes afiliadas da Rede Globo.  O grupo RBS de Santa Catarina, que inclui um conglomerado de comunicação formado por televisão, rádio e jornal.

A negociação foi amplamente divulgada pela mídia. Estimativas de mercado avaliam que ultrapassou R$ 1 bilhão.

Nesta época, o bilionário e Luíza desfilavam como marido e mulher. 

da Redação

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Celebridades