"Um bandido... Bandido é elogio para ele”, dispara Bolsonaro sobre Renan (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Em uma conversa com seus apoiadores, em frente ao Palácio da Alvorada, o presidente Jair Bolsonaro comentou o fato de Rena Calheiros, relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, pedir seu indiciamento por, ao menos, onze crimes, em seu relatório final.

“Sabia que eu fui indiciado, hoje, por homicídio? Alguém está sabendo, aí? A CPI me indiciou por homicídio.
O Renan Calheiros me indiciou por homicídio. Onze crimes, O Renan me chama de homicida. Um bandido daquele. Bandido é elogio para ele”, ironizou Bolsonaro.

O presidente também salientou que a CPI deveria apontar eventuais falhas cometidas por governadores e responsabilizá-los, mas que o colegiado preferiu não o fazer.

O relatório final da CPI, elaborado por Renan Calheiros, deve indiciar Bolsonaro por pelo menos 11 crimes: charlatanismo, incitação ao crime, falsificação de documento particular, prevaricação, genocídio de indígenas, epidemia com resultado morte, infração de medida sanitária preventiva, emprego irregular de verbas públicas, crime contra a humanidade, crime de violação de direito social e, ainda, incompatibilidade com dignidade, honra e decoro do cargo.

O presidente da CPI, Omar Aziz, afirmou, no último sábado (16), que ainda não há um consenso entre os senadores sobre os apontamentos de Renan Calheiros em seu relatório.

Confira:

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou a desmonetização do Jornal da Cidade Online.

Um ato de Censura Prévia. Um atentado a liberdade de expressão.

Uma decisão sem fundamento, sem qualquer intimação e sem o devido processo legal.

Precisamos da ajuda de todos os patriotas.

Faça a sua assinatura e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da destemida Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Cada colaboração é importante para que a verdade prevaleça! Faça também a sua doação pelo PIX (chave: pix@jornaldacidadeonline.com.br ou 16.434.831/0001-01).

Contamos com você!

da Redação
Ler comentários e comentar