Ministro pede que a PF abra inquérito contra a IstoÉ por crime contra a honra do Presidente da República

Ler na área do assinante

O ministro da Justiça, Anderson Torres, encaminhou a Polícia Federal pedido de abertura de inquérito para apuração de crime contra a honra do Presidente da República, pela Revista IstoÉ.

Nas redes sociais, o ministro escreveu o seguinte:

“Ainda ontem (20), à noite, encaminhei documento à Policia Federal, solicitando abertura de inquérito policial para apuração imediata de possível crime contra a honra do presidente Jair Bolsonaro, cometido pela revista IstoÉ, em sua última edição.”

Confira

Paralelamente, em notificação extrajudicial, a AGU cobrou o direito de resposta, já que a ‘notícia veiculada atinge direta e indevidamente a imagem do presidente da República, como chefe de Estado e de governo, no país e no exterior’.

A notificação é assinada pelo advogado-geral da União, Bruno Bianco, pelo procurador-geral da União, Vinicius Torquetti Rocha, e pelo adjunto do AGU, Bruno Luiz Dantas de Araújo Rosa.

Isso certamente é apenas o começo de uma reação judicial que promete ser devastadora para a publicação que há muito tempo está capenga e com seríssimos problemas financeiros.

A 'mamata' acabou...

da Redação
Ler comentários e comentar